G1: Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional

30/09/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Na década de 1950, as drogas psicodélicas apresentavam grande potencial no tratamento de males como o alcoolismo, depressão, esquizofrenia, no entanto, elas foram descartadas em pouco tempo por rumores relacionando o tratamento com os problemas das alucinações, lesões genéticas, entre outros.  Apesar disso, hoje, estudos em andamento trazem boas perspectivas para o uso dessas drogas no âmbito terapêutico, em um fenômeno cunhado como “renascimento dos psicodélicos”. Entre os resultados de um teste clínico, 67% dos voluntários descreveram a experiência – com uma droga psicodélica – como uma das mais significativas de suas vidas. Além disso, a notícia descreve que “os órgãos reguladores agora estão mais abertos para os resultados dos testes do que no passado.” Enviado por Luisa Kimy Correa

Notícia disponível no G1: https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2021/09/19/por-que-as-drogas-psicodelicas-estao-mais-perto-do-mercado-convencional.ghtml

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin