GT Acordo

É hora de repensar a saúde pública, afirma a epidemiologista social Shivani Patel

16 novembro 2021

É hora de repensar a saúde pública, afirma a epidemiologista social Shivani Patel

A epidemiologista social Shivani Patel, da Universidade Emory, estudou o impacto social da COVID-19 na população dos Estados Unidos. Ao analisar os dados de mortes causadas pelo novo coronavírus, a pesquisadora percebeu a sua distribuição desigual: as populações nativa, negra e latina apresentam, proporcionalmente, as maiores taxas de morte. A pandemia de COVID-19, afirma Patel em conferência do TEDx Talks, iluminou a expressiva desigualdade social dos EUA, que impacta diretamente o acesso aos serviços de saúde, como atendimento hospitalar e vacinação.  

A reflexão da epidemiologista enfatiza a necessidade de alocar recursos de maneira equitativa, problema que persiste também no Brasil. Um exemplo mobilizado por Patel ilustra o cenário: a campanha de vacinação nos EUA. Os grupos prioritários eram trabalhadores de ocupações de alto risco e pessoas com doenças pré-existentes, o que abrange um número considerável de negros e latinos. No entanto, após os primeiros meses de imunização, as populações negra e latina formavam a minoria entre os grupos vacinados. Para ser imunizado nos EUA, é necessário realizar o cadastro via internet, ter um meio de transporte para se dirigir ao local de imunização e tempo fora do trabalho — três condições que dificultam o acesso de negros e latinos à vacinação. O processo para receber a vacina, argumenta Patel, negligencia comunidades marginalizadas por meio de barreiras sistêmicas, como a exclusão econômica e social. A abordagem de saúde pública, portanto, deve ser universal e considerar as discrepâncias sociais para garantir o acesso à saúde.  

Enviado por Anna Luiza Silva

Para assistir o vídeo, acesse: It’s time to rethink public health | Shivani Patel | TEDxAtlanta

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments