Visível e invisível: a vitimização de mulheres no Brasil

28/09/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

O relatório “Visível e invisível: a vitimização de mulheres no Brasil” trata-se de um estudo quantitativo, fomentado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o Instituto Datafolha, que “procura levantar informações sobre a percepção da violência contra a mulher e sobre a vitimização sofrida segundo os tipos de agressão, o perfil da vítima e as atitudes tomadas frente à violência.”(*).

Em sua última edição (3ª), publicada no ano de 2021, a pesquisa contou com a participação de mais de 2.000 mulheres, acima de 16 anos, entre os dias 10 ao 14 de maio do mesmo ano, sendo as respostas referentes às experiências das entrevistadas nos 12 meses anteriores à pesquisa. Os dados evidenciam, de forma sintetizada, a dura e injusta realidade enfrentada pelas mulheres nesse país durante a pandemia, evento que possibilitou, por exemplo, o maior contato da vítima com seu agressor doméstico.

Com isso em mente, sugiro esse estudo como um ótimo material de suporte para a compreensão de um horrível efeito dessa crise de saúde global: o agravamento da vitimização da mulher no Brasil, com atenção realçada à violência doméstica.

(*)https://forumseguranca.org.br/publicacoes_posts/visivel-e-invisivel-a-vitimizacao-de-mulheres-no-brasil-2-edicao/

Enviado por Pedro Soares Priolli

Link para o estudo Visível e invisível: a vitimização de mulheres no Brasil: https://forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2021/06/relatorio-visivel-e-invisivel-3ed-2021-v3.pdf

Publicações interligadas ao estudo: 

https://dossies.agenciapatriciagalvao.org.br/dados-e-fontes/pesquisa/visivel-e-invisivel-a-vitimizacao-de-mulheres-no-brasil-3a-edicao-datafolha-fbsp-2021/

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/06/07/1-em-cada-4-mulheres-foi-vitima-de-algum-tipo-de-violencia-na-pandemia-no-brasil-diz-datafolha.ghtml

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin