The Economist: Most mental-health problems are untreated. Trained laypeople can help

18 novembro 2021

The Economist: Most mental-health problems are untreated. Trained laypeople can help

Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Em artigo da The Economist, um problema relevante de saúde global é retratado. Segundo a reportagem, a maior parte das pessoas que sofre de problemas de saúde mental ainda não recebe tratamento, apesar de o estigma a respeito de saúde mental estar, felizmente, diminuindo. Dentre os motivos pelos quais as pessoas não se tratam está o aspecto econômico, que torna profissionais preparados muitas vezes inacessíveis, especialmente em países em desenvolvimento.

No entanto, a Organização Mundial da Saúde tem encorajado o treinamento de não profissionais para mitigar demandas de tratamentos de sintomas leves de depressão e ansiedade, o chamado “task-shifting”, que consiste em treinamentos focalizados para ajuda em linha de frente. Diversos países, como a Inglaterra e o Zimbábue, estabeleceram programas similares e de fato encontraram indícios de melhoras na saúde mental de sua população com uma política pública de baixo custo.

Enviado por Alice Bertoni

Disponível em The Economist: https://www.economist.com/leaders/2019/03/14/most-mental-health-problems-are-untreated-trained-laypeople-can-help

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin