El País Brasil: OMS define como “perigosos” os níveis de poluição do ar que eram considerados seguros até agora

27/09/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Depois de mais de 15 anos sem alterar as diretrizes e os indicadores de poluição do ar para os principais poluentes atmosféricos, a OMS optou por uma postura mais conservadora, e estabeleceu novos parâmetros e indicadores para três substâncias específicas – carvão, petróleo e gás – e 6 poluentes produzidos por tais substâncias nocivas. Essas medidas são uma forma da organização endurecer sua postura frente à queima de biomassa e de combustíveis fósseis, e por consequência, aos automóveis com motor de combustão. Com essas alterações, a OMS diz esperar que as mortes prematuras causadas pela poluição reduzam, no entanto, a expectativa parece insustentável, uma vez que a organização não possui nenhum mecanismo para garantir que os Estados cumpram as novas diretrizes, limitando o impacto dessa iniciativa e de muitas outras da organização. Se em 2019, mais de 90% da população mundial residia  “em áreas onde os níveis de concentração [de poluentes] ultrapassaram os indicados nas diretrizes de 2005 da OMS sobre qualidade do ar para exposições prolongadas a PM₂,₅”, agora com os indicadores mais rígidos a situação deve se agravar ainda mais. Enviado por Átila Leite Teixeira

Notícia de Manuel Planelles no El País: https://brasil.elpais.com/sociedade/2021-09-22/oms-define-como-perigosos-os-niveis-de-poluicao-do-ar-que-eram-considerados-seguros-ate-agora.html

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin