Migalhas: Agentes Públicos “Fura-Fila”. A Improbidade Administrativa e a Campanha de Vacinação

27/10/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Com o surgimento da Covid-19, configurada como doença pandêmica, logo procurou-se a criação de uma vacina que pudesse amenizar as perdas de vidas cada vez maiores. Com o surgimento e venda dessas vacinas, montou-se um plano de imunização que contava com o planejamento do processo em faixa etária, seguido como forma de cumprimento legislativo. No entanto, diante da dificuldade de fiscalização, surgiram casos dos denominados “fura filas”, pessoas que não respeitam esse esquema etário de vacinação realizado pelos estados juntamente ao Ministério da Saúde. Assim, surge um questionamento sobre a realização ou não de improbidade administrativa por parte de agentes de saúde que permitem esses delitos, em uma reflexão sobre a moralidade no compromisso de legalidade da questão, vinculando aspectos jurídicos na construção de uma lógica do Direito diante da caracterização do crime. Enviado por Daniel Rodrigues Freire Mota

Notícia de Raphael Leandro Silva e Paulo Henrique Triandafelides Capelotto em Migalhas: https://www.migalhas.com.br/depeso/339497/a-improbidade-administrativa-e-a-campanha-de-vacinacao

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin