John Hopkins: Lack of Preparedness and Insecurity Hampered Response to Cholera Epidemic in Yemen

19/11/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

O caso do Iémen é um exemplo clássico da má preparação dos governos nacionais para epidemias mortais. Entre os dias 27 de abril e 1º de julho de 2018, mais de um milhão de casos suspeitos de cólera, que vieram em duas ondas,  foram identificados no país de Iémen, que resultou em uma  declaração de  emergência de alto nível em 2015 pela ONU. O caso, segundo o artigo, foi exacerbado pela insegurança do governo do Iémen, lacunas na vigilância da doença, capacidade suficiente para alcançar as populações afligidas por conflitos e atrasos na avaliação e distribuição da vacina oral contra a cólera, entre outras questões.  O papel desempenhado pelas Organizações Internacionais nesse tempo de adversidade, enfatiza o comprometimento que elas têm em ajudar os países vulneráveis em seus planos de preparação para emergências, principalmente em situações que eles faltam recursos e em que  uma governança adequada esteja ausente. Enviado por Jonelle Olivia

Matéria disponível no site da John Hopkins: https://publichealth.jhu.edu/2018/lack-of-preparedness-and-insecurity-hampered-respo nse-to-cholera-epidemic-in-yemen

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin