G1 – Covid: como a Alemanha perdeu controle sobre pandemia de coronavírus

16 novembro 2021

G1 – Covid: como a Alemanha perdeu controle sobre pandemia de coronavírus

Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

O sentimento geral no segundo semestre de 2021 no Brasil tem sido de alívio, isso em grande parte devido ao relativo sucesso de políticas de vacinação na população adulta do país, por mais que de maneira descentralizada. Esse sentimento, entretanto, não é verdade para grande parte dos países desenvolvidos. Esses que começaram a vacinação antes e passaram a ocupar uma posição de admiração e inveja por parte da comunidade internacional agora se veem regredindo para uma situação crítica, com altos números de casos e mortes diárias. O jornal G1 conta nessa matéria sobre como a Alemanha chegou ao pior número de infecções diárias desde o início da pandemia agora em novembro de 2021. A leitura é interessante por mostrar um quadro crítico da quarta onda que assola o país, e como esse impacto contra-intuitivo em uma população já vacinada afeta o jogo político e econômico que a Alemanha passa agora em tempos de eleição. O país já fala na retomada de medidas de lockdown e um cenário parecido com aquele da primavera norte de 2020 parece estar se desenhando, com medidas de isolamento agressivas voltando a ocupar a posição de principal ferramenta do governo e uma força política negacionista se revigorando com a falência da política de vacinação alemã – apesar destes mesmos serem a raiz dessa última. Enviado por Tomás Ruschel Saiter Mota

Notícia disponível no G1: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/11/12/covid-como-a-alemanha-perdeu-controle-sobre-pandemia-de-coronavirus.ghtml

5 1 vote
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daiane Carolina
2 meses atrás

A Europa esta passando agora o que todos os paises que abrirem sem cuidados, sem orientaçao, sem fiscalizaçao, que pensam que a pandemia acabou. Vamos torcer para que aqui demore mais para isso acontecer.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin