Fiocruz: Desigualdade social e econômica em tempos de Covid-19

01/11/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

A reportagem nos abre a mente para reflexões sobre a realidade de pessoas em situação de vulnerabilidade social, principalmente nesse momento de pandemia, em que temos toda uma movimentação das instituições para que se fique em casa, sem pensarmos nas consequências e impactos disso na vida de pessoas em situação de rua, as que vivem em comunitarismo como os indígenas e quilombolas, ou até mesmo aquelas em situação de extrema pobreza. Para os indígenas, o risco maior está no fato de que mesmo que eles vivam de forma mais isolada, se alguma pessoa chega a se contaminar com o vírus em algum momento, muito provavelmente ele se espalharia rapidamente pela aldeia, visto que as pessoas compartilham todos os ambientes, e essa situação seria perigosa pela falta de estrutura que eles possuem para lidar com um surto epidemiológico como esse. O texto nos faz pensar na importância da existência de políticas públicas eficazes que atinjam essas parcelas da população diminuindo os impactos da pandemia, e facilitando suas vivências. Pessoas em situação de rua precisam do apoio governamental para ter acesso aos seus direitos básicos, para que resgatem sua dignidade, e consigam melhorar sua situação de vida a longo prazo. Todo esse cenário comprova a indiscutível importância da existência do Sistema Único de Saúde (SUS) que consegue atender milhares de pessoas diariamente. Enviado por Carolina Almeida Freitas

Publicado por Luiz Felipe Stevanim em 13 de maio de 2020 no portal da Fiocruz: https://portal.fiocruz.br/noticia/desigualdade-social-e-economica-em-tempos-de-covid-19 

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin