Como a covid-19 deve acelerar epidemia de demência no mundo

01/09/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Com o passar dos meses em que o mundo está em Pandemia de Covid-19, podemos observar é que essa doença trouxe consequências diretas, como o adoecimento, sequelas e morte de alguns, mas também consequências indiretas advindas principalmente do isolamento social. Nesta reportagem da BBC, é abordado um tema que, como o próprio médico entrevistado, o professor da Universidade São Camilo Fábio Porto, ainda é um tabu: a demência. Como mostrado na reportagem, além de estudos recentes provarem as sequelas neurológicas que a Covid-19 pode trazer, o isolamento social impede muitos estímulos cognitivos que o contato entre pessoas e com ambientes diferentes proporcionam. Isso fica mais grave ainda para os idosos, que estão sendo os mais isolados por serem mais frágeis à doença, e que tem uma maior propensão a desenvolver demência por terem menores reservas cognitivas. Enviado por Mariana Piacentini Medeiros de Souza Brito.

Entenda mais na reportagem de Mônica Vasconcelos da BBC Brasil em Londres:

https://www.bbc.com/portuguese/geral-58312525
0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin