Folha: Brasil é o 4º país que mais mata defensores ambientais no mundo

22/09/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

A Global Witness é uma ONG internacional sem fins lucrativos na qual promove pesquisas sobre as relações entre exploração de recursos naturais, pobreza, conflitos e abusos de direitos humanos na qual publicou neste início de mês, o relatório intitulado de “Last line of defence”, em português: “A última linha de defesa”. Neste informe anual é que se fundamenta a notícia aqui vinculada. Atualmente no Brasil resistem mais de 300 povos indígenas que convivem com práticas genocidas e suas experiências são permeadas por diversas violências, sejam físicas como o avanço de garimpeiros ou judiciais com a PL 490 e seu Marco Temporal. Nos dados publicados, ainda que de modo de difícil precisão para a real hostilidade e agressões, o país encontra-se em 4º lugar dentre os que mais assassinam ambientalistas e defensores da terra, casos concentrados em cerca de 70% na Amazônia e em indígenas. Em comparação com o relatório da mesma agência em 2019, a ligeira queda nas mortes não significa a diminuição de violência mas sim na possibilidade de subnotificação dos casos. Apoie a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), doe agora em https://apiboficial.org/apoie/ . Enviado por Mariana Leão Soares Gomes

Notícia de Ana Carolina Amaral na Folha: https://ambiencia.blogfolha.uol.com.br/2021/09/12/brasil-e-o-4o-pais-que-mais-mata-defensores-ambientais-no-mundo

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin