Agência Brasília: ‘Muita gente usou o álcool como fonte de lazer na pandemia’

15/11/2021
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

A pandemia de Covid-19 gerou um impacto tremendo na saúde global. Devido a ela, ocorreram inúmeras mortes, internações e sequelas de infecções superadas (como a perca de olfato e outras). Entretanto, as consequências desse fenômeno não pararam por aí, em virtude desse quadro crítico, das emoções resultantes dele (como o medo, a tristeza, a ansiedade e o luto) e das medidas tomadas para evitar a disseminação da doença (como o distanciamento social e o isolamento), a saúde mental da sociedade foi severamente afetada. A publicação abaixo consiste em uma entrevista com a doutora Helena Moura, professora da UnB e psiquiatra do Caps do Guará (DF). Nela são discutidos os impactos da pandemia de covid-19 na saúde mental da população brasileira, criando uma verdadeira “pandemia paralela”. Além disso, o texto explora o aumento expressivo dos casos de depressão e ansiedade e de consumo de álcool e de medicamentos antidepressivos, ansiolíticos e de automedicação, como resultado do incremento dos fatores de estresse presenciados pelos indivíduos. O texto indica ainda que, com o arrefecimento da pandemia, mais pessoas buscarão tratamento para os transtornos mentais adquiridos ou agravados durante o período de isolamento. Enviado por Gabriel Araujo Ribeiro

Matéria de Adriana Izel publicada no Agência Brasília: agenciabrasilia.df.gov.br/2021/11/12/muita-gente-usou-o-alcool-como-fonte-de-lazer-na-pandemia/

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin