O Direito de Nascer em Noronha

Devido a uma diretriz da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, desde 2004 é proibido dar a luz em Fernando de Noronha. Segundo a administração do distrito que engloba o arquipélago, a medida visa garantir a segurança da parturiente e do bebê (diminuindo o risco de vida caso de complicações no parto). O desejo das famílias de voltarem a ter filhos é sabido pelas autoridades responsáveis, contudo o gasto com adaptações hospitalares no local não seria justificada com uma demanda de “26, 27 partos por ano”. A secretaria, então, prefere custear a ida e hospedagem em recife para gestantes a partir do sétimo mês.

Para se aprofundar na problemática, a reportagem da revista Trip ainda conversou com diversas mulheres que tiveram seus partos em Fernando de Noronha ou fora, mostrando o desejo das mulheres pelo fim da proibição e as angústias e traumas que elas passam no processo e a ameaça de desaparecimento do próprio ilhéu – devido ao crescimento da população que vem de fora da ilha.

Enviado por Lucas Vaqueiro

Notícia: http://revistatrip.uol.com.br/trip/e-proibido-nascer-em-fernando-de-noronha

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s