Cresce busca por terapia alternativa no SUS mas oferta ainda é pequena

Em oito anos o número de atendimentos  em terapias alternativas e complementares aumentou no SUS passando de 271 mil a 2,1 milhões, em 2016, segundo o Ministério da Saúde. São tratamentos com base em saberes populares e tradicionais que visam ajudar na prevenção de doenças ou na melhoria das condições de saúde de alguns pacientes. No SUS, eles são definidos como “práticas integrativas” ou “complementares” (à medicina convencional). Entram na lista práticas como homeopatia, acupuntura, fitoterapia (tratamento com base em plantas medicinais), termalismo (com águas minerais ou termais), entre outras.
 

Link para notícia: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/04/1878004-cresce-busca-por-terapia-alternativa-no-sus-mas-oferta-ainda-e-pequena.shtml


Enviado por: Bruna Moraes
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s