Erro em vacinação contra sarampo mata 15 crianças no Sudão do Sul

South Sudan Vaccination Deaths

Quinze crianças morreram no Sudão do Sul devido a uma tentativa fracassada de imunização contra o sarampo, anunciou sexta-feira, 02/06, o ministro de saúde do país. De acordo com o ministro, além das vacinas não terem sido adequadamente armazenadas, uma mesma seringa foi usada durante toda a campanha, que durou quatro dias, sem que fosse esterilizada. Ademais, a equipe que administrou as vacinas não era “nem qualificada nem treinada” para fazê-lo.

Link da notícia: http://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,campanha-de-vacinacao-mal-sucedida-provoca-a-morte-de-15-criancas-no-sudao-do-sul,70001823244

 

Enviado por Rebeca Lemos.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Erro em vacinação contra sarampo mata 15 crianças no Sudão do Sul

  1. É muito relevante que notícias como esta sejam difundidas em larga escala, numa forma de denunciar as atrocidades que são cometidas contra populações mais pobres, que no cenário global acabam sendo consideradas “invisíveis”. Esta matéria me remeteu a uma outra publicada no site G1 (link em anexo) na qual a situação do Sudão do Sul é exposta em linhas gerais: a recente independência, a instabilidade política, o desequilíbrio econômico e os terrores de uma guerra civil. Todos esses fatores levaram o Sudão do Sul à posição de terceiro país do mundo na atual crise de refugiados, atrás apenas da Síria e do Afeganistão. Nesse contexto, é inegável o desrespeito a diversos direitos humanos da população que se encontra nesse território, sendo que a matéria em questão demonstra o quanto as vítimas do erro de vacinação tiveram seu direito à saúde negligenciado por conta de condutas extremamente imprudentes dos supostos profissionais de saúde. A situação vivida pelo Sudão do Sul constitui mais um caso que ilustra as profundas sequelas deixadas por um passado de intensa exploração promovida pelas nações imperialistas que negligenciaram e seguem negligenciando o continente africano.
    Link notÍcia G1: http://g1.globo.com/mundo/noticia/sudao-do-sul-como-o-pais-mais-novo-do-mundo-mergulhou-num-caos-de-guerra-e-fome.ghtml

  2. Concordo, Maria! E foi por isso que optei por trazer a notícia. Importantíssimo dar visibilidade a essas populações vulneráveis e denunciar, como você disse, as atrocidades que são cometidas contra elas. Sobre a notícia que você deixou aqui, me impressionou muito a dimensão da crise humanitária do país. A morte dessas crianças nessa campanha de vacinação se soma a um cenário de constante e generalizada violação de direitos que, como você ressaltou, é bastante negligenciado pela comunidade internacional. Além disso, a notícia me proporcionou um contexto importante para tentar entender como esse erro execrável cometido pelo Estado na campanha de vacinação poderia ter acontecido! Frente a esse cenário de guerra civil, instabilidade política, conflitos étnicos de caos econômico, certamente o erro é bastante sintomático; reflete e é consequência de problemas bem mais estruturais que assolam o país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s