Venezuela tem aumento acentuado de mortalidade de crianças e parturientes

Venezuela

A Venezuela pode ser vista como um dos variados exemplos de casos em que disputas políticas e fragilidades estatais tem impactos importantes na qualidade da saúde da população.

Segundo matéria da Folha de São Paulo do dia 10 de maio, o Ministério da Saúde venezuelano anunciou que, desde 2015, aumentaram em 30% a mortalidade infantil e em 65% as mortes maternas durante o parto. O período coincide com a intensificação dos conflitos políticos no país e da igualmente profunda crise econômica no mesmo.

Sob o governo de Nicolás Maduro, o país vem enfrentando escassez de alimentos e de remédios (estima-se que os estoques de 85% dos medicamentos estão baixos). Oposição e situação disputam a culpabilização pela crise na saúde e alimentação: por um lado, diz-se que o atual governo é incapaz de lidar com problemas econômicos cruciais para o bem estar populacional; por outro, afirma-se que há uma sabotagem das políticas governamentais de contenção da crise por parte da oposição.

Link para a notícia: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/05/1882719-venezuela-tem-aumento-acentuado-de-mortalidade-de-criancas-e-parturientes.shtml

 

Enviado por Henrique Góes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s