Zika atingiu mais de 200 mil em 2016; dengue afetou mais de 1,4 milhão

Mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da zika, dengue e chikungunya, em laboratório de São Paulo (Foto: AP Photo/Andre Penner, File)

Mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da zika, dengue e chikungunya, em laboratório de São Paulo (Foto: AP Photo/Andre Penner, File)

Globo, Bem Estar – Dados foram divulgados em boletim epidemiológico do Ministério da Saúde. Brasil registrou ainda 236.287 casos de chikungunya, segundo documento.

O Brasil já registrou, em 2016, 200.465 casos prováveis de zika e 236.287 de chikungunya. Já os casos prováveis de dengue chegaram a 1.438.624. Os dados estão em boletim epidemiológico divulgado este mês pelo Ministério da Saúde e se referem aos casos notificados até o dia 17 de setembro.

Para se ter uma ideia da situação, em 2015, ano de recorde histórico de dengue, foram registrados 1,6 milhão de casos ao longo do ano inteiro. Em 2016, só até meados de setembro, já foram mais de 1,4 milhão de ocorrências.

Zika
Do total de casos notificados de zika, 54,8% já foram confirmados. Os estados com maior incidência de infecção pelo vírus são Mato Grosso, que teve 672,8 casos a cada 100 mil habitantes, Rio de Janeiro, com 363,6 casos por 100 mil, e Bahia, com 331,1 casos por 100 mil. A incidência geral da doença no país é de 98,1 casos por 100 mil habitantes.

Em número absoluto de casos, Rio de Janeiro fica em primeiro lugar, com 60.176 ocorrências, seguido da Bahia, com 50.343, e de Mato Grosso, com 21.970.

O país já teve três mortes por vírus da zika, sem contar as mortes de recém-nascidos, natimortos ou abortamento resultantes de microcefalia por vírus da zika.

Chikungunya
Já do total de casos de chikungunya, 49,3% foram confirmados. Os estados com maior incidência são Rio Grande do Norte, com 702 casos por 100 mil habitantes, Pernambuco, com 472,9 casos por 100 mil, e Alagoas, com 453,4 casos por 100 mil.

O estado com maior número absoluto de casos de chikungunya é Bahia, com 46.308 casos, seguido de Pernambuco, com 44.192, e Rio Grande do Norte, com 24.163.

O país já teve 120 mortes por chikungunya este ano.

Dengue
A taxa de incidência de dengue no país foi de 703,7 casos a cada 100 mil habitantes. Os estados com maior incidência são Minas Gerais, com 2.509 casos por 100 mil habitantes, Rio Grande do Norte, com 1.662,1 casos por 100 mil, e Goiás, com 1.495,7 casos por 100 mil.

Em números absolutos, Minas Gerais também fica em primeiro lugar, com 523.597 casos, seguida de São Paulo, com 202.343 casos e Goiás, com 98.876 casos.

Foram confirmadas 563 mortes por dengue e 762 casos de dengue grave ao longo do ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s