Documentário Zika dá voz às mulheres vítimas da epidemia

ENSP – Débora Diniz, antropóloga e pesquisadora da Universidade de Brasília (UNB), afirmou, emsessão do Centro de Estudos Miguel Murat de Vasconcellos da ENSP, que a descoberta de grandes surtos e epidemias começa na assistência, ou seja, nasce da desconfiança de médicos e pacientes de que há algo de errado. O documentário Zika – o filme, dirigido por ela, descreve a história de médicas e mães do Cariri, do Sertão e do Alto Sertão da Paraíba, que, juntas, fazem ciência e sobrevivem à epidemia do vírus Zika no Brasil. No período da gravidez, o filme registra o tempo de espera, descoberta e o amor dessas mulheres. Veja.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s