O emaranhado da assistência à saúde movida pelo mercado: o caso dos Estados Unidos, por Anne-Emanuelle Birn e Ida Hellander

Em artigo publicado em 12 de abril nos Cadernos de Saúde Pública, Birn e Hellander  criticam o chamado “Obamacare”, demonstrando que um  sistema com financiamento integralmente público seria muito mais eficiente e muito menos dispendioso do que o sistema atual. Sustentam, ainda, que o acesso à saúde nos Estados Unidos continua sendo muito desigual, demonstrando os limites para um sistema baseado no mercado. Leia nos Cadernos de Saúde Pública 32(3).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s