ONU nomeia ex-ministro Celso Amorim para painel de alto nível sobre crises globais de saúde

Objetivo do grupo nomeado pelo secretário-geral das Nações Unidas é prevenir e gerir futuras crises de saúde tendo em conta as lições aprendidas a partir da resposta ao surto do vírus ebola

31122010-31122010WDO7852ONUBr – O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, anunciou nesta quinta-feira (2) a nomeação de um Painel de Alto Nível sobre a resposta global às crises de saúde. Entre os nomes está o do ex-ministro brasileiro das Relações Exteriores e da Defesa, Celso Amorim.

O Painel ficará responsável por fazer recomendações para fortalecer os sistemas nacionais e internacionais, de modo a prevenir e gerir futuras crises de saúde tendo em conta as lições aprendidas a partir da resposta ao surto do vírus ebola.

O grupo será presidido, segundo um comunicado da Organização, pelo presidente da Tanzânia, Jakaya Mrisho Kikwete. Os outros membros do painel, além de Amorim, são Micheline Calmy-Rey (Suíça); Marty Natalegawa (Indonésia), Joy Phumaphi (Botsuana) e Rajiv Shah (Estados Unidos).

O comunicado da ONU destacou que o Painel realizará consultas, inclusive com os representantes dos países e comunidades afetadas, o Sistema das Nações Unidas, instituições financeiras multilaterais e bilaterais e bancos de desenvolvimento regionais, ONGs, países que apoiam o esforço de resposta, outros Estados-membros, prestadores de serviços de saúde, instituições acadêmicas e de pesquisa, setor privado e outros especialistas. O Painel será apoiado por um grupo de especialistas que darão conselhos para o Painel sobre questões técnicas.

O Painel realizará sua primeira reunião no início de maio deste ano e deverá apresentar o seu relatório final ao secretário-geral no final de dezembro de 2015. O secretário-geral vai disponibilizar o relatório à Assembleia Geral, além de tomar novas medidas de acordo com o que for recomendado pelo grupo.

Celso Amorim foi ministro das Relações Exteriores do Brasil (1993-1994 e 2003-2010) e ministro da Defesa (2011-2014). Antes, atuou como representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas em Genebra (1991-1993) e junto à Organização Mundial do Comércio (1999-2001), como representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas em Nova York (1995-1999) e como embaixador do Brasil para o Reino Unido (2002). Ele também dirigiu a Embrafilme (1979-1982) e foi subsecretário no Ministério da Ciência e Tecnologia (1985-1988). Ele é o autor de vários livros e outras publicações nas áreas de Cultura, Políticas de Ciência e Tecnologia e Relações Internacionais. Seu mais recente livro é intitulado “Teerã, Ramalá e Doha” (2015).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s