Tamiflu: Reino Unido questiona eficácia

CECOVISA/ENSP/FIOCRUZ – O Comité de Contas Públicas da Câmara dos Comuns do Reino Unido publicou, no início do ano, um relatório em que traz a seguinte informação: apesar de o governo ter gasto 424 milhões de libras (698 milhões de dólares) com o armazenamento do Tamiflu® (oseltamivir) da Roche, entre 2006 e 2013, ainda há “uma falta de consenso sobre o quão bem” o fármaco funciona contra a gripe. E a eficácia desse medicamento segue incerta. A notícia foi divulgada pela página eletrônica FirstWord Pharma.
O relatório lembrou que as discussões em torno a eficácia do antiviral têm sido “prejudicadas” porque a informação sobre os ensaios clínicos do medicamento é “rotineira e legalmente” retida dos médicos e investigadores de laboratórios farmacêuticos.

O texto diz ainda que o órgão ficou “surpreendido e preocupado” ao descobrir que todos os documentos de ensaios clínicos para medicamentos de prescrição não estão disponíveis. Além disso, reivindicou métodos mais claros e que os resultados de todos os ensaios sejam colocados à disposição para um escrutínio independente e amplo. “Esta falha regulamentar impacta em toda a medicina e mina a capacidade dos médicos, investigadores e doentes de tomarem decisões informadas sobre qual tratamento é melhor”, disse o comité.

A eficácia do Tamiflu® tem sido questionada há algum tempo. Depois de pressão por parte de segmentos científicos e de diferentes organizações, em 2012, o laboratório Roche aceitou fornecer aos investigadores da “Cochrane Collaboration” todas as experiências do medicamento patrocinados pela empresa.  A demora para esta liberação, no entanto, chamou atenção. O Comité de Contas Públicas disse ser “extremamente preocupante” que a farmacêutica  tenha esperado cinco anos para permitir acesso a dados relativos ao Tamiflu®. O comité acrescentou que também não acordos sobre se os reguladores e o NICE (National Institute for Health and Care Excellence) receberam todas as informações sobre o antiviral durante o processo de licenciamento.

Segundo o Comité, assim que a Cochrane Collaboration concluir  a sua revisão do Tamiflu®, o Departamento de Saúde, Medicamentos e Produtos de Saúde do NICE deve considerar se é necessário “rever ensaios anteriores”, sobre os efeitos do medicamento. O comité acrescentou que antes de gastar mais 49 milhões de libras (81 milhões de dólares) para manter o stock de Tamiflu® em 2014, o Ministério da Saúde britânico deve rever o nível de armazenamento noutros países e também considerar o facto de que a patente do produto expira em 2016.

Em relação ao acesso total aos dados de ensaios clínicos, o Comité de Contas Públicas apontou que o Departamento de Saúde deve garantir que haja uma auditoria frequente de quanta informação está disponível e quanta foi retida. O órgão destacou a evidência de que os ensaios com resultados positivos têm “cerca de duas vezes mais probabilidades” de serem divulgados do que os ensaios com resultados negativos. O relatório sugere que o Departamento de Saúde tenha certeza de que “os métodos e resultados completos estão disponíveis, para todos os ensaios sobre todos os usos de todos os tratamentos atualmente a ser prescritos”. O comité defendeu que ” tanto prospectiva como retrospectivamente”, os ensaios clínicos devem ser inseridos num registo apropriado.

Em resposta ao relatório, Bina Rawal, diretora de Inovação da Associação da Indústria Farmacêutica Britânica (ABPI) , disse: “É enganoso sugerir que a indústria farmacêutica rotineiramente retém dados de ensaios clínicos de médicos e investigadores”. Ela citou estudo encomendado pela ABPI que “destacou uma tendência positiva de aumento dos níveis de divulgação dos ensaios clínicos patrocinados pela indústria, com quase nove em cada 10 de todos os ensaios clínicos patrocinados pela indústria divulgados até 31 de Janeiro de 2013”, revelou. No entanto, Rawal disse que “ainda há trabalho a ser feito para se conseguir uma maior transparência dos ensaios clínicos”.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s